top of page

"O caminho para se tornarem cidades irmãs: Santos e Yokohama"

Atualizado: 29 de jul. de 2023




Recentemente, fui auxiliar em um projeto de intercâmbio entre as cidades de Yokohama- Japão, e Santos-Brasil. Santos, minha cidade natal, é o local onde os primeiros imigrantes japoneses desembarcaram há 115 anos, a bordo do navio Kasato Maru. Embora os primeiros imigrantes tenham partido do Porto de Kobe, muitos japoneses partiram posteriormente do Porto de Yokohama, levando consigo sonhos e esperanças, em direção ao Brasil.


Santos é uma cidade com o maior porto da América latina, por isso compartilha muitos pontos em comum com Yokohama, uma cidade com porto internacional. Além disso, Santos conta com a Associação Japonesa de Santos e muitos membros da comunidade nikkei, que ainda preservam as tradições japonesas e desempenham um papel ativo como uma ponte entre o Japão e o Brasil. Sinto que um aprofundamento ainda maior nas relações bilaterais seria extremamente benéfico para ambas as cidades.


A propósito, também faço a divulgação de Santos na revista "Brasil Tokuhou" e no site desta. Se houver interesse, por favor, leia o artigo. No entanto, o artigo está escrito em japonês. Peço desculpas.


A judoca Índia, que trabalha na Câmara Municipal de Santos, esteve no Japão para um evento e, veio a Yokohama especialmente para entregar uma carta de amizade da cidade de Santos para a cidade de Yokohama, onde fui responsável pela tradução da carta e pela interpretação durante a entrega desta. As pessoas relacionadas que não puderam comparecer foram conectadas via online.


Posteriormente, Índia visitou o Museu de Imigração Internacional da JICA, onde ouviu com entusiasmo sobre a história da imigração e as relações entre o Japão e os países de destino dos imigrantes.


Foto com a Índia


Este Museu de Imigração Internacional da JICA é um lugar onde se pode aprender sobre a história da imigração japonesa no exterior e o atual estado dos imigrantes e descendentes japoneses. Eu também já o visitei várias vezes a trabalho e em momentos particulares, e toda vez, me lembro dos meus pais, que já não estão mais aqui entre nós.


Meus pais deixaram o Japão em 1956, quando o país estava começando a se recuperar do período caótico do pós-guerra, que enfrentava a pobreza. Inicialmente, eles não foram diretamente para o Brasil, mas para a Bolívia. Lá, eles encontraram uma realidade completamente diferente da que imaginavam e passaram por grandes dificuldades. Depois, mudaram-se para o Brasil, mas que enfrentaram dias difíceis também.


Meus pais, por fim, se estabeleceram na cidade de Santos, onde eu nasci. Ao percorrer o Museu de Imigração Internacional, pude relembrar como meu pai e minha mãe enfrentaram dificuldades ao se mudarem para o desconhecido continente sul-americano após uma viagem de navio de cerca de 50 dias. Durante a viagem, minha mãe sofreu muito com o enjoo causado pelas ondas do mar. Lembro-me dessas histórias sobre as dificuldades contadas por meus pais como se tivesse acontecido ontem😢.


Durante esta viagem, acompanhei a Índia e, depois de visitar o Museu de Imigração Internacional, também visitamos a Usina de Reciclagem de Tsurumi, onde aprendi sobre os métodos de tratamento de lixo no Japão. A Índia também mostrou grande interesse nas explicações, onde fui a sua intérprete.


Durante minha colaboração neste projeto, pude sentir fortemente que além do intercâmbio cultural, há grandes possibilidades de intercâmbio para melhorar a vida dos cidadãos, envolvendo infraestrutura, tecnologia, costumes e regras municipais para sua integração.


Eu também desejo apoiar e torcer para que a minha cidade natal, Santos, e Yokohama aprofundem ainda mais seu intercâmbio e, um dia, se tornem cidades parceiras e quem sabe futuramente cidade irmãs!


Aliás, você também pode verificar informações relacionadas ao intercâmbio entre Santos e Yokohama através do seguinte URL. Como mencionado no artigo, desde 2015, tem havido intercâmbio considerando a possibilidade de tornarem-se cidades irmãs.




Por favor, assistam ao próximo vídeo 👇 se ainda não o fizeram. É altamente recomendado!)

Compreender as diferenças culturais e aprimorar as habilidades de comunicação real⤴️

 


163 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page